domingo, 11 de setembro de 2011

Licença Poética

Na sintonia de: Caetano Veloso - Sampa

Por enquanto, deixo a poesia de outras pessoas serem um pouco da minha, e aprendo com ela. Tô me alimentando do que é bonito, do que acredito, do que me faz dizer todos os dias: uma hora vai valer a pena.


“Enquanto não encerramos um capítulo, não podemos partir para o próximo. Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora, soltar, desprender-se. As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.”

 Fernando Pessoa

4 comentários:

Tiago disse...

sempre vale a pena tiquinha quando fazemos do nosso limão um suco de laranja :)

Tiago disse...

Até porque, limonada geralmente é azeda, bem melhor um suco de laranja mesmo.

Eu Hein Natasha disse...

adoro fernando pessoa =)

Dea disse...

Caroline, procurando por Clarice Lispector tive a surpresa de encontrar um espaço tão bom como esse.
Qualidade tá difícil de encontrar nos blogs, ou talvez eu não esteja caminhando nos lugares certos. Adorei teus textos! Parabéns!
Visita o meu, se puder: http://semacaso.blogspot.com